Início
Notícias do GIC
Sobre a vacinação contra a nova infecção Coronavírus

16 de março de 2021

Sobre a vacinação contra a nova infecção Coronavírus

 

Público-alvo e ordem de prioridade para a vacinação

Os alvos da vacina contra a COVID-19 são pessoas acima de 16 anos que concordem em receber a imunização.

Como programação, a ordem de vacinação está organizada da seguinte forma abaixo.

1. Profissionais da saúde e similares

2. Idosos (pessoas que nasceram antes de 1 de abril de 1957)

3.Pessoas com doenças subjacentes, funcionários de instalações para idosos e outros

4. População geral fora dos requisitos acima

 

Local e data das vacinações (Localizações)

As vacinações já se encontram em andamento, e o período de imunização está programado para até o final de fevereiro de 2022.

Como regra geral, os locais de vacinação serão as instituições médicas do município onde seu registro de residente se encontra.

Para maiores detalhes, consulte as informações (avisos públicos e outros) do município.

 

Procedimentos para a vacinação

 Você receberá um "tíquete de vacinação" junto de um "aviso de imunização" pelo município antes do momento da vacinação.

Consulte as instituições médicas onde será possível realizar a vacinação através das informações (avisos públicos e outros) do município, fazendo a reserva pelo telefone ou pela Internet.

 

Custos da vacinação

 A vacinação é gratuita.

 

Consentimento para receber vacinação

 A imunização não é obrigatória e só será feita com o consentimento do paciente.

 Aqueles que recebem a vacinação devem concordar, por decisão própria, com ambos seus efeitos sobre a prevenção de doenças infecciosas e riscos de reações colaterais.

 

Efeitos da imunização pela vacina

 Estudos apontam que a aprovada vacina Pfizer, atualmente é 95% efetiva caso tomadas as duas doses (sendo a segunda dose recebida três semanas após a primeira dose). (* A vacina comum contra a gripe tem cerca de 40% a 60% de eficácia)

 

Grau de segurança da vacina

Após a vacinação podem ocorrer algumas reações colaterais, como dor na região da vacinação ou febre, porém a maioria se recupera em alguns dias. A frequência de reações colaterais graves como a anafilaxia*, é relatada com uma constância de 5 em 1 milhão dos indivíduos vacinados pela Pfizer. De qualquer maneira, medicamentos e similares estão prontificados nos locais de vacinação para atendimento imediato.

*Reações alérgicas que podem ocorrer em um curto período de tempo pelas substâncias contidas nos componentes da vacina.

 

Caso a vacinação cause complicações a saúde

 Caso a imunização cause problemas de saúde ou deficiências que exijam tratamentos médicos por uma instituição, você poderá receber um auxílio (despesas médicas, pensão por invalidez entre outros) com base na Lei sobre as vacinações.

(ポルトガル語)COVID-19.jpg